Serviços Gerais

São Paulo, desde 2011

Trinca SP
www.youtube.com/user/servicosgerais

A cidade e os equipamentos urbanos sempre precisam de algum reparo: placas sujas, pedras soltas no piso, faixas de pedestres desbotadas, postes entortados, bancos quebrados… Direcionando seu olhar para a conservação dos bens urbanos, o coletivo Trinca SP, formado por Rodrigo Machado, Filipe Machado e Gustavo McNair, caminha pelas ruas de São Paulo com uma pequena maleta que contém um kit de ferramentas básicas, até que encontram algum reparo a ser feito. De longe, dois deles filmam a ação e registram a reação das pessoas que passam pelas ruas durante o processo.

O trabalho “Serviços Gerais”, no qual simplesmente consertam coisas na cidade,  surge da inquietação de querer fazer algo pela cidade e deseja mostrar um espaço público que é de responsabilidade de todos. Normalmente terceirizamos esses cuidados ao poder público e nos eximimos de fazê-los. O trio mostra, por uma simples ação, possibilidades de interação entre as pessoas e seus espaços e como essa interação pode conduzir a uma cidade melhor.

“Serviços Gerais” são ações simples e provocativas que buscam existir enquanto potência de mudança. Por isso, além das ações em si, o coletivo publica em seu site os vídeo-registros das intervenções para que o trabalho se espalhe por mais pessoas. Seus consertos são efêmeros e, por meio da ação de preservação, evidenciam a natureza dinâmica das cidades, onde os reparos, consertos e diálogos podem ser infinitos.

 

////

General services

The city and its urban infrastructure always require some kind of maintenance: dirty signs, loose stones in the sidewalk, faded pedestrian crosswalks, crooked posts, broken benches… Directing its focus to the conservation of urban goods, the collective Trinca SP, formed by Rodrigo Machado, Filipe Machado and Gustavo McNair, walk among the streets of São Paulo with a small toolbox that contains a basic tool kit, until they encounter some repair to be made. From a distance, two of them film the action and document the reactions of the people who walk by on the streets during the process.

They simply fix things in the city. The work Serviços Gerais emerges from the restless urge to do something throughout the city, wishing to show a public space that is everyone’s responsibility. We usually delegate this caretaking to a third party, the public authorities, and we avoide doing it ourselves. The trio shows, with a simple action, possibilities of interaction among the people and their spaces and how this action can lead to a better city.

General services are simple and provocative actions that seek to exist as a potency of change. Because of this, aside from the actions in themselves, the collective publishes the video documentation of the interventions on its site so that the work may spread through more people. Their repairs are ephemeral, and by way of the action of preservation, show evidence of the dynamic nature of cities, where the repairs, fixes and dialogues can be infinite.